domingo, 9 de junho de 2013



"A ALMA DO NEGÓCIO"




            " Você tem que correr o máximo que puder, e nem vai
              sair do lugar. E, se quiser ir para frente, terá
              que correr duas vezes mais depressa..."
             Lewis Carroll 


Sempre se abstêm de falar naquilo que se faz, diariamente, profissionalmente, até para que não se diga ser defesa própria. Mas, por solicitações, escreveremos algumas linhas sobre a verdadeira "Alma dos Negócios", a Propaganda. Também, para que os políticos tenham uma folga, coloquem o juízo no lugar, e façam, realmente, aquilo que eles dizem que sabem fazer, a "política".

Propaganda, etimologicamente, vem do latim, “propagare”, que significa:  propagar, tornar público, levar ao público informações generalizadas, ou específicas.  Mas, caindo na realidade do mercado, principalmente do nosso, não somente hoje, como sempre o foi, é algo sério. É um investimento, e não custo.

Assim, como a área de Recursos Humanos de uma empresa, torna-se hoje, como sempre deveria ter sido, uma das mais importantes. Afinal, valorizar o humano da empresa, é a própria valorização empresarial. Propaganda somente é custo, quando não apresenta resultados, e o erro está na origem das informações. E propaganda mal feita, geralmente tem o "dedo do dono". E não se afirma isto, apenas como desculpa, pois esta é o tipo de propaganda efetuada para salvaguardar o "ego" do proprietário. É quando ele faz para ele próprio ver, ler, ouvir e ou, assistir. Fora disto, é algo sério, profissional. 

Propaganda, não é simplesmente fazer anúncio, video, áudio. Propaganda é pesquisa, é criação, é conceito embasado em conhecimento cientifico. Não é apenas imagem bonita, desenhos espetaculares. Também não é o pensamento, ou frase de efeito, da obra de Lewis Carroll - dita na abertura, acima -, pois correr duas vezes mais  depressa é uma técnica utilizada pelos fracassados. Pois, também, se é verdade que as empresas e as pessoas bem sucedidas realmente correm o mais depressa possível, elas também correm numa direção pré-determinada, um rumo que já foi identificado e analisado.

 O segredo, então, não é correr o dobro, mas correr com constância numa rota cuidadosamente traçada. O segredo é bom planejamento. E propaganda é puro planejamento. Mas, atenção, porque propaganda vem muito depois de, todos os Recursos Humanos de uma empresa, toda a imagem básica, toda a estrutura organizacional estar pronta, funcionalmente perfeita, independente do tamanho da empresa, e do tipo de comércio ou prestação de serviços. Pois, ela simplesmente propagará a imagem que existe. Se esta imagem não é relativamente boa no mercado, se os serviços, não estão sendo prestados a contento, se os produtos são, invariavelmente, como todos os outros, sem distinção, e se o dono conhece "tudo do mercado", bem, então propaganda não funciona.

A propaganda, assim como o restante do planejamento organizacional da empresa, é um esquema que mantém um rumo, um objetivo básico, pré-determinado, específico, independente do tamanho ou do custo de cada tipo de mensagem. Para não se fazer confusão, propaganda faz parte de um dos compostos do marketing.

Lembre-se que comércio que acredita que qualidade é igual a preços altos, sofisticados, “status” e luxo, repassa esta mesma idéia para a sua propaganda, e depois somente poderá atingir aquele cliente que se identificar com esta "imagem". Os sistemas eficazes, os veículos, bem, isto é assunto para outra vez. Mas pense sobre isto: “Se você julgar que, estando com dor de dente, há a necessidade de ser tratado ou arrancado, isto o torna apto a ser dentista, cuidado, sua empresa poderá estar seguindo por este caminho tortuoso e sem resultados”. Daí é custo.

Propague sempre uma boa ideia, nunca um problema.

Afinal, Pensar não dói...


Entendimentos & Compreensões
Publicado no grupo Kasal – Vitória – ES –