segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

#SOSBrasil

 “Atavismo Patriótico!”


  
“...Olho mas não vejo..
Porque o meu ver está cercado de passividade
E o meu olhar deve ser ativo
Tornando-se vivo a cada reflexão
De observar o mundo
Para viver o mundo...!”

Laura Noéli



Por que estamos tão inertes? Por que estamos tão indiferentes?
Em quê?
Eu tudo. Parece que não entendemos quando Manoel Osório Duque Estrada tentou definir nosso país e, consequentemente, nosso povo, como um paraíso, um lugar abençoado por Ele e que pudéssemos estar TERNAMENTE, (e não eternamente) deitados em berço esplêndido...

Parece que esse atavismo se perpetuou entre gerações. Chegou a nossos dias e simplesmente se tornou inerte, frugal, hostil e ao mesmo tempo passivo.

Jean-Paul Sartre costumava afirmar: “... Ainda que fôssemos surdos e mudos como uma pedra, a nossa própria passividade seria uma forma de ação...”.
Mas não está acontecendo conosco.

Peritos do INSS tratam os segurados (aqueles que pagara a seguridade) como se fossem idiotizados (animais em pet-shops são melhores tratados que por peritos e pelo SUS).

Políticos se transformaram em sinônimo de ladrões, gatunos, larápios, verdadeiras aves de rapina, vigaristas da pior espécie e, ainda por cima “legalizados” pelo nosso voto. Se é que se pode confiar nesta dita “contagem eletrônica”.

Sindicatos que antes faziam greve contra empresas privadas e que elegeram tudo o que está aí, hoje fazem greve contra aqueles que eles mesmos colocaram lá.

Empresas, em nível mundial, como a Petrobrás estão em estado lastimável de quase insolvência em uma área multimilionária.
Má gestão? Ou mau caratismo
.
Homens que se diziam líderes populares se transformaram em reles marginais e estão sendo presos (ou melhor, estão sendo acomodados em prisões de luxo, no lago sul de Brasília, como se estivessem presos).

Os ditos três poderes, que nada tem de independentes, fora da forma da lei, são todos subjugados pelo dinheiro do executivo, que é o nosso dinheiro pago na maior quantidade mundial de impostos. Apenas aproximadamente 1 trilhão e 700 bilhões em 2013. E onde está?

E nós estamos aqui, esperando uma “fada madrinha” que resolva todos os nossos problemas.
Parece que esse atavismo, próprio da escravidão, (até ela se revoltou e se libertou) além de uma hereditariedade tem também uma compulsão da espécie:

“.. ah, alguém vai fazer alguma coisa, mais dia, menos dia...” e ficamos assim inertes, passivos, idiotizados.

A famosa “grande imprensa” hoje, com raríssimas exceções ofende a profissão de jornalismo, sendo comprada e divulgando somente o que, aqueles que lhes pagam, querem. As opiniões hoje de fundamento, de caráter, de justiça, de retidão, estão vindas das chamadas “mídias alternativas”. Aqueles que têm compromisso com sua consciência e com seus filhos.

Atavismo é algo que não se desenvolve. Ele é hereditário. É uma reaparição, em um descendente, de certos caracteres vindos de um antepassado, e que não se haviam manifestado nas gerações intermediárias.

Esquecemos que estamos em uma democracia? Bem isso que aí está é tudo menos democracia.
Democracia é o estado em que o povo é soberano. Não estamos sendo soberanos. Estamos sendo soberanizados
.
Como na velha Roma, estamos felizes com pão e circo.
O “pão” das bolsas tudo", que nós pagamos. O circo dos estádios para a copa, que nós pagamos, enquanto obras tão necessárias como a transposição do velho Chico, transformaria o sertão nordestino em um novo eldorado.

O que estamos fazendo? Nada.
O que vamos fazer neste ano?



Isso vai depender ou ficar na consciência de cada um. SE você for uma espécie de egoísta autômato, ao menos pense nos seus filhos, SE não os tiver, pense nos seus irmãos brasileses. Mas SE não puder pensar, nem nisso. Por favor, não merece estar entre nós.

Pensar e ser patriota não dói... é um dever cívico, de berço, de cidadão consciente. De ser humano evoluído.

Pense e ajude-se nos ajudando... Por favor!

Poderá não haver depois...



Entendimentos & Compreensões de um
Brasil Sofrido e muito mal gerido
Publicado no Grupo kasal – Vitória – ES
www.konvenios.com.br/articulistas
em www.cadernodeeducacao.com.br/dialogosdocaderno  - SP